top of page
  • Foto do escritorCláudia Rolim

“BONGAS - Os Defensores da Natureza”

Os Bongas, seres fantásticos que habitam e cuidam da floresta, recebem um aviso sobre a destruição do planeta e precisam se aliar aos terríveis Morks, seres da destruição, na tentativa de salvar a Terra e seus habitantes. Serão cinco únicas apresentações gratuitas no Centro Cultural João Nogueira / Imperator a partir de hoje, 03 de Maio.


“Bongas – Os Defensores da Natureza”, espetáculo teatral infantojuvenil inédito da Blabonga Cia Teatral, pretende jogar luz sobre a urgência e importância da preservação do planeta Terra. Através de brincadeiras do universo infantil e músicas autorais, a peça trata do tema de forma leve e divertida, sem se distanciar da sua mensagem principal: somos todos parte do ecossistema terrestre e fundamentais na sua regeneração.   



Entendendo que a infância e a juventude são a fase ideal para formar hábitos que serão levados para a vida toda, a companhia aposta na educação e na arte para dialogar não só com as crianças, mas também com os adultos que com elas convivem. 

 

“Eu quero sempre mudar o mundo. Acho que foi por isso que me tornei artista, por acreditar que é através da arte a melhor forma de fazer isso. E de todas as mudanças que quero para o mundo, proteger a natureza e cuidar do planeta é a número um. Nosso espetáculo fala sobre isso, de como precisamos que todos façam desse cuidado a sua prioridade. A mudança começa com um simples gesto. Quem sabe, assistindo a uma peça de teatro.”, provoca o autor e diretor, Davi Porto.


No espetáculo, Aurora (Dominique Castro), Gaia (Isabele Riccart), Pingo (Victor Grimoni) e Faísca (Leandro Moura) são os Bongas, seres fantásticos que habitam a floresta cuidando da fauna, da flora e de todos os elementos da natureza. Num dado momento, eles recebem um aviso sobre um possível colapso do planeta, e precisam se aliar aos terríveis Morks, seres da destruição, numa tentativa de frear este movimento e salvar a Terra e seus habitantes. Nessa missão, aproximam-se de um deles (Felippe Fonseca) - será que conseguirão resolver suas desavenças para salvar o planeta? 


OS PERSONAGENS – OS BONGAS

Aurora - não fala nada, é sempre serena e brincalhona. Carrega as sementes pelos ventos. 

Gaia - ama dar abraços, beijos e quer sempre estar por perto. É responsável por abraçar todas as sementes. 

Pingo - o mais sábio do grupo. É responsável por alimentar todos os seres. 

Faísca – o mais extrovertido. Mantém todos os seres quentinhos e está sempre em busca de uma brincadeira. 

 

UMA MONTAGEM SUSTENTÁVEL                              

Com uma produção pautada em conceitos de Lixo Zero, a peça tem cenário e figurinos confeccionados a partir de materiais reciclados, entre outras alternativas de menor impacto ambiental. 

O Projeto foi selecionado no Edital de Apoio ao Teatro - Evoé! RJ da SECEC-RJ com recursos da Lei Paulo Gustavo. 

 

O PLANETA TERRA

Segundo a Global Footprint Network, o planeta Terra entrou em déficit de recursos naturais em 1970. Desde então, a humanidade vem consumindo anualmente mais recursos do que a o planeta é capaz de regenerar. A cada ano, o Dia de Sobrecarga da Terra chega cada vez mais cedo. O marco de 2023 foi no dia 02 de agosto, o que representa, na prática, que pouco depois da metade do ano já havia sido consumido todo recurso terrestre de um ano inteiro e que seriam necessários cerca de 1,7 planetas Terra para suprir o atual estilo de vida da humanidade.  


FICHA TÉCNICA 

Direção e Dramaturgia: Davi Porto

 

Elenco / Personagem: 

Dominique Castro / Aurora

Felippe Fonseca / Mork

Isabele Riccart / Gaia

Leandro Moura / Faísca

Victor Grimoni / Pingo

 

Direção de Movimento: Michele Cosendey

Figurino: Anna Limazzi

Cenografia: Layse Medeiros

Trilha Sonora: Davi Porto e Tibor Fittel

Iluminação: Adriana Milhomem

Preparação Corporal: Michele Cosendey

Preparação Vocal: Isabela Vieira

Preparação Acrobática: Tarso Vicente 

Visagismo: Lucas Raibolt

Ilustração: Lucas Lino

Fotos: Tharsila Di Britto

Direção de Produção: Dominique Castro

Produção Executiva: Brian Monteiro

Produção: Ira Rabello e Thiago Cardoso 

Realização: Governo Federal, Ministério da Cultura, Governo do Estado do Rio de Janeiro, Secretaria de Estado e Economia Criativa do Rio de Janeiro, Agere Produções e Blabonga Produções Artísticas, através da Lei Paulo Gustavo

Assessoria de Imprensa: JSPontes Comunicação – João Pontes e Stella Stephany

 

BLABONGA PRODUÇÕES ARTÍSTICAS 

A Blabonga Produções Artísticas, criada como uma companhia teatral em 2017, hoje é também uma produtora multiartística, que vem desenvolvendo sua própria pesquisa de linguagem. A sede é situada em Jacarepaguá, Zona Oeste do Rio de Janeiro, onde também vivem seus idealizadores e maior parte de seus colaboradores.        

Blabonga Cia. Teatral participou de festivais de teatro do estado do Rio de Janeiro com a esquete Ensaio Sobre a Vida, conquistando prêmios de Melhor Esquete, Melhor Texto Original e Melhor Ator nos anos de 2018 e 2019, além de indicação em outras categorias. Em 2020, a Blabonga realizou a leitura dramatizada do IX Concurso Jovens Dramaturgos, selecionada pela curadoria do Espaço Cultural Escola SESC, realizador do concurso.

Em 2022, a Blabonga foi contemplada com o prêmio “Retomada Cultural 2” pela Secretaria de Cultura do Estado do Rio de Janeiro e produziu o piloto de série Independência ou Morte, lançado em maio de 2023.  

          

AGERE PRODUÇÕES 

A Agere Produções nasceu em 2021 como um braço da Blabonga. Agere, do latim, traz em seu significado tanto a origem teatral de seus idealizadores, quanto o desejo de movimento, de agir e andar para frente. 

Em 2023, a Agere Produções foi contemplada nos editais de Apoio ao Teatro - Evoé RJ e Apoio à Arte-educação - Fazendo Arte RJ, da SECEC-RJ, e Viva o Talento, da SMC Rio, todos a serem realizados em 2024 pela Lei Paulo Gustavo. 

Ainda em 2024, a Agere e a Blabonga Produções Artísticas realizarão a primeira edição esperado “FESTEJA: Festival de Teatro de Jacarepaguá - Prêmio Cico Caseira”, em homenagem ao ator Cico Caseira, cria d’O Tablado, que sonhava tornar Jacarepaguá um polo cultural carioca.  

SERVIÇO:

ESTREIA: 03 de maio

ONDE: Imperator - Centro Cultural João Nogueira  

- Rua Dias da Cruz, 170 - Méier / RJ

APRESENTAÇÕES ÚNICAS E GRATUITAS

DIAS E HORÁRIOS: 

Sexta-feira: (dia 03) às 15h;

sábado (dia 04) às 11h e às 16h

domingo (dia 05) às 11h e às 16h 

RETIRADA INGRESSOS: na bilheteria a partir de 1 hora antes de cada sessão / RETIRADA ONLINE: https://www.sympla.com.br/bongas---os-defensores-da-natureza__2413087 / CAPACIDADE: 450 espectadores /

DURAÇÃO: 60 min /

GÊNERO:  infantojuvenil /

CLASSIFICAÇÃO INDICATIVA: livre e recomendada a partir de 6 anos

Comments


bottom of page