top of page
  • Foto do escritorCláudia Rolim

Sabrosa recebe comitiva de Cadaujac

Atualizado: 28 de set. de 2022

O Município de Sabrosa recebeu no sábado, 04 de junho, uma comitiva do Município de Cadaujac que esteve de visita ao concelho, no âmbito da Geminação.


A comitiva foi recebida no Campo da Feira Velha pela Presidente da Câmara Municipal de Sabrosa, Helena Lapa, que deu o pontapé de partida para um jogo amigável entre o Sporting Club Cadaujac e o União Desportiva Sabrosa. No final da partida as duas equipas reuniram-se para um almoço na Escola E B 2,3/S. Miguel Torga.

Da parte da tarde o grupo vindo de Cadaujac visitou alguns pontos emblemáticos do concelho, tendo passado pela casa de Fernão de Magalhães num passeio pelo centro histórico da vila de Sabrosa, pela Exposição Os Locais e Culturas da Viagem de Magalhães e por fim pelos Miradouros da Via Panorâmica de Acesso ao Alto Douro Vinhateiro.

À semelhança da Associação “Cadaujac Sans Frontieres” recebida no Município de Sabrosa de 26 a 29 de maio, a comitiva de Cadaujac ficou alojada no Espaço de Apoio à Visitação em Vilarinho de São Romão, criado para acolher grupos de pessoas devidamente organizados, cujo objetivo seja a visita ao concelho de Sabrosa.


Sobre SABROSA


Sabrosa é uma vila portuguesa do distrito de Vila Real, da Região Norte, da sub-região do Douro e da antiga província de Trás-os-Montes e Alto Douro.


É sede do município de Sabrosa subdividido em 12 freguesias. O município é limitado a norte pelo município de Vila Pouca de Aguiar, a leste por Alijó, a sueste por São João da Pesqueira, a sul por Tabuaço e Armamar e a oeste pelo Peso da Régua e por Vila Real.


Sabrosa é também um concelho com fortes ligações à Europa e principalmente a França e Espanha, com as quais mantém as geminações com as vilas de Cadaujac, terra de vinhedos, e Guetaria, local de nascimento de Juan Sebastián Elcano, companheiro de Fernão de Magalhães que terminou a viagem de Circum-navegação.


Sabrosa, berço de Fernão de Magalhães, tem também desenvolvido relações privilegiadas com as Filipinas, Chile, Argentina, Brasil, o que tem permitido projetar mundialmente este concelho, o Douro e Portugal.


Os artesãos se dedicam as áreas das rendas, tanoaria, cestaria, marcenaria, tamancaria e queijaria. Como concelho transmontano que é, em Sabrosa, se pode apreciar a boa gastronomia de onde se salientam o Cabrito assado com arroz de forno, o cozido à portuguesa, a bola de carne, os enchidos tradicionais, o pão-de-ló, as cavacas altas e as cavaquinhas e os conceituados vinhos do Douro e vinhos do Porto.








Comments


bottom of page