top of page
  • Foto do escritorCláudia Rolim

O maior número de mulheres ciclistas do Brasil concentra-se em Niterói

Atualizado: 29 de jun.

Niterói é uma cidade atualmente referência em mobilidade sustentável. Hoje, o município tem mais de 82 km de ciclovias e possui a ciclofaixa mais movimentada do Brasil das segundas às sextas-feiras, ficando atrás só da Praia de Copacabana nos fins de semana, segundo informações da Prefeitura da cidade. O especialista em mobilidade sustentável e diretor da Ventane Motors, empresa de bicicletas e motos elétricas com sede em Niterói, Davi Souza é quem comemora os números favoráveis ao negócio depois de ter registrado um aumento de 150% nas vendas nos dois últimos meses, como resultado das inovações da empresa somada às políticas públicas na cidade. 


Diante das condições favoráveis ao fomento dos negócios sustentáveis, o empresário deu início ao MobilityCast, como mais novo canal de entrevistas e trocas de informação com especialistas do setor de mobilidade sustentável. Luciano Paez, professor de geografia e primeiro secretário do Clima em Niterói esteve entre os convidados e afirmou que a mobilidade deve ser compreendida pela disponibilidade de vários tipos de transportes. “Uma cidade promove sustentabilidade por diversas frentes: desde ampliar as unidades de conservação de áreas verdes até o investimento em educação ambiental. Já em relação à mobilidade urbana, ela não pode ser pensada através da priorização de um meio. É importante refletir sobre qual meio de transporte é o mais ideal para cada dia. Por exemplo, hoje vou usar a bicicleta, mas amanhã vou usar o ônibus”, disse Paez.


Os especialistas também discutiram a questão da neutralização de carbono e a possibilidade de rentabilidade para as empresas, visto que a Prefeitura de Niterói já lançou dois editais para o Programa Municipal de Certificação de Boas Práticas em Neutralização de Carbono, que realiza capacitações nas áreas de gestão participativa, emissões, pactos e acordos, instrumentos e comunicação. Com a participação no programa, empresas grandes ou pequenas da cidade recebem até 5 certificados que confirmam seu comprometimento com a cidade para mitigar as questões climáticas.


De acordo com Davi Souza, é importante o engajamento de pequenos ou médios empresários na causa ambiental. “Quando a gente fala em neutralização de carbono é preciso saber que as pequenas empresas também devem estar incluídas, afinal elas, além de contribuírem para a mitigação da emissão de gases e ainda podem rentabilizar com a quantidade de carbono que deixam de emitir", reafirmou o diretor da Ventane Motors, que teve a experiência ao adquirir 10 créditos de carbono no ano passado, sendo o equivalente a mais de um ano nas operações.

Comments


bottom of page