top of page
  • Foto do escritorCláudia Rolim

"Mulheres, Tanta Coisa em Comum" poderá ser vista On Line Gratuitamente

Atualizado: 13 de out. de 2023

A comédia dramática “Mulheres, Tanta Coisa em Comum”, com texto e direção de Renato Scarpin Júnior e atuação de Carô Carvalho e Maritta Cury Haddad, será disponibilizada de forma gratuita, durante o mês de Setembro 2023, no YouTube e sem data ainda definida na Plataforma #CulturaEmCasa, através do Edital PROAC Nº 11/2022 - Plataforma #CulturaEmCasa / Licenciamento Sem Exclusividade de Espetáculo de Teatro, Dança, Circo ou Música.


Pra falar sobre essa comédia dramática o Viajando de Lá pra Cá conversou, rapidamente, com a atriz Maritta Cury Haddad.



VLPC: O texto "Mulheres, Tanta Coisa em Comum" foi escrito pelo diretor Renato Scarpin. O Renato conseguiu retratar bem o tão falado sexo frágil, o universo cor de rosa ?


Maritta Cury Haddad : O Renato foi muito sensível ao entrar nesse universo tão imenso e poderoso que nada tem de frágil rsrs

VLPC: Duas desconhecidas se encontram pra resolver a questão em comum : a infidelidade. Presupõe-se então, que elas eram desconhecidas mas tinha um elo em comum, tipo um namorado ?


Maritta Cury Haddad : Exatamente.. um elo em comum e muitas conexões que o texto vai revelando como surpresas.


VLPC: Como é para o artista fazer um espetáculo “on line”, virtual ? Afinal, o encanto do teatro é exatamente o “contato” com a platéia.


Maritta Cury Haddad : Essa transmissão será da filmagem da peça feita no teatro... então enquanto fazíamos, era pra plateia ao vivo... agora o público de qualquer parte do mundo poderá ver e se envolver nessa história.


VLPC: E quando e como o público poderá assistir "Mulheres, Tanta Coisa em Comum" ?


Maritta Cury Haddad : O público de qualquer parte do mundo poderá assistir “Mulheres, Tanta Coisa em Comum” do dia 01 de Setembro a 01 de Outubro, no canal do YouTube Fábrica de Homenagem e na plataforma #CulturaEmCasa ainda não temos a data definida.


Carô Carvalho e Maritta Cury

"Mulheres, Tanta Coisa em Comum" é uma história cheia de reviravoltas, humor e emoção. O espetáculo fala do universo feminino, além de retratar o sentimento e exemplo de sororidade ou seja a união e a aliança entre mulheres além de focar o poder da mulher em aspectos como maternidade, profissão, relacionamentos, estética, perdão, empatia e superação. A história transcende a assuntos delicados como aborto, adoção e infidelidade.


Na montagem realista, duas desconhecidas encontram-se em um café para resolver uma questão em comum, a infidelidade. O que a princípio poderia representar um abismo intransponível entre as duas personagens, começa a ser conectado com pontes de identificação por meio das histórias de vidas de ambas em um espetáculo repleto de mistérios, revelações, surpresas e situações divertidas, emocionantes e instigantes.



No encontro, Tati (Maritta Cury Haddad), bailarina por formação e dona de uma escola de ballet, e Amanda (Carô Carvalho), empresária que nunca realizou seu sonho de ser cantora, falam das peculiaridades de ser mulher nos dias atuais. Também conversam sobre como lidar com os homens e com a própria liberdade na contemporaneidade, em um momento da perda dos valores nas relações humanas e da banalização do amor em detrimento do sexo, levantando também os motivos que fazem um homem ou uma mulher traírem.


No segundo momento da peça, as relações são aprofundadas, bastante amplas e cheias de reviravoltas. As personagens saem do território neutro, a cafeteria, para entrar em um mundo particular: o estúdio de ballet de Tati, proporcionando ao público um espetáculo à parte, com uma poética transformação do cenário.


O andamento da trama e, principalmente, o desfecho realçam a delicadeza do texto, onde a infidelidade dos casais é apenas o estopim para tratar de temas polêmicos, divertidos e emocionantes.

FICHA TÉCNICA:

Texto e Direção: Renato Scarpin

Elenco:

Carô Carvalho

Maritta Cury Haddad

Edição: Rodrigo Reis

Divulgação / Assessoria: Amália Pereira

Filmagem: Dead Pixel / Rafael Casimiro

Iluminação: Vanderlei Conte

Cenografia: Cesar Rezende de Santana

Sonoplastia: Fran Landhin

Operação de Som: Rafael Junqueira

Operação de Luz: Vanderlei Conte

Figurino: Camila Laczko

Coreografia: Cristiane Mendes

Visagismo: Andre Mateus / Cabelaria

Fotos: Joilson Kariri

Produção: Carô Carvalho (Rhaiz) e Maritta Cury Haddad (Fábrica de Homenagem)


SERVIÇO:

Online

Classificação Indicativa: 14 anos

Duração: 70 minutos

De 01/09 a 01/10/2023

Acesso GRATUITO

Canal do YouTube: @fabricadehomenagem

Link para acesso: https://youtu.be/Ncm-Hs0G0_I (liberado apenas no período previsto)

Plataforma #CulturaEmCasa – em breve disponível, sem data definida para transmissão


Comments


bottom of page