top of page
  • Foto do escritorCláudia Rolim

"Mensagens do Bem" leva alegria e esperança aos passageiros

Atualizado: 25 de abr.

Você já reparou na pessoa que está sentada ao seu lado no autocarro, no metro, no avião ? Eu confesso que só reparo quando há alguém com uma roupa esquisita, um cabelo diferente, uma atitude fora do comum, mas, Victor Hugo, motorista de um aplicativo, desde muito novo vem observando o ser humano e de tanto reparar no próximo ele criou o projeto "Mensagens do Bem" !


Então, imagina você pedir um carro pelo aplicativo e quando o carro chega, você entra e o interior do carro é todo decorado, com aroma floral, música instrumental para relaxar e você ainda recebe uma mensagem escrita pelo passageiro anterior . É no mínimo muito legal, não é mesmo ? Mas, como surgiu essa ideia ? Quem criou ? Por onde anda esse carro? O que é o projeto "Mensagens do Bem" ? Todas essas respostas vocês vão ler aqui e agora porque o Viajando de Lá Pra Cá foi conversar com o motorista e criador do projeto, Victor Hugo.



Victor Hugo nasceu e foi criado em São Gonçalo, cidade metropolitana do Rio de Janeiro, tem 37 anos, é casado, torce pelo Mengão ( Flamengo ) e confessa que a religião dele é fazer o bem sem olhar a quem levando alegria ao próximo. Victor conta que quando começou a trabalhar e a apanhar

ônibus/autocarro todos os dias, ele ficava observando as pessoas em volta, a fisionomia de cada um, os olhares de cada um e percebia que muitos seres humanos estavam tristes, estressados, angustiados . “A fisionomia daquelas pessoas mexia muito comigo e eu acabava sugando a energia delas, então, quando chegava em casa eu chorava muito, mas eu não estava chorando por mim, eu chorava por aquelas pessoas, por todas aquelas dores ! Era como se eu sentisse também aquelas dores ! A partir daqueles “sofrimentos” eu tive a ideia de fazer pelo menos uma pessoa sorrir, uma pessoa feliz dentro do ônibus! Eu imaginei tudo na minha cabeça, coloquei a “mão na massa” tinha tudo pronto, porém nunca tive a coragem de colocar o projeto em ação e ao passar do tempo eu me tornei parte daquelas pessoas tristes”, conta Victor.



O motorista de aplicativos trabalhava em agência de viagens como portador e operador de câmbio até que a pandemia do Covid 19 deu uma reviravolta na vida dele ! “Quando começou a pandemia comprei um carro para dar um suporte aos meus pais, que são idosos, e a única forma de conseguir pagar o carro foi virando motorista nas horas vagas, então, faz três anos que eu me tornei motorista dos aplicativos Uber e 99”.  No decorrer desta matéria, apesar do imenso esforço e amor do Victor por sua mãe, ela adoeceu e foi morar no Céu. Dona Janete era uma pessoa feliz, cheia de energia, bondosa, amorosa, que ensinou tudo pro Victor desde os primeiros passos até a continuar a caminhar sem ela (fisicamente) porque na dança da Vida, mãe e filho, sempre estarão dançando juntos.



Victor dirige diariamente pelas ruas dos municípios de São Gonçalo e Niterói e já até tentou ir para a cidade do Rio de Janeiro mas o trânsito caótico e perigoso o fez desistir da ideia de se aventurar nas ruas da Cidade Maravilhosa e como a vida tem seus próprios caminhos, quando menos esperava, Victor Hugo colocou em ação o projeto que esteve guardado durante anos na gaveta e no coração.  Mas nada melhor que ouvir o idealizador do projeto, então, a partir de agora, é o próprio Victor que conta para o Viajando de Lá Pra Cá como funciona o projeto “Mensagens do Bem”, o projeto que tem como objetivo colocar sorrisos  nos rostos das pessoas e fazer com que os passageiros que viajam no seu carro tenham um dia positivo, um dia feliz. .



VLPC: Victor, como funciona o projeto "Mensagens do Bem" que acontece dentro do seu carro?


VICTOR HUGO: Quando comecei a dirigir pelo APP, ainda trabalhava numa empresa, então meu tempo era super restrito e confesso que eu não prestava muita atenção aos passageiros que entravam no carro até que 9 meses depois de estar trabalhando como motorista eu decidi sair da empresa porque eu já não estava feliz e resolvi ficar só como motorista dos aplicativos, e, foi então que comecei a observar as pessoas que entravam no carro ! Cada pessoa, cada olhar, cada sentimento estampado naqueles rostos e isso me fez lembrar de todos aqueles olhares que eu via quando apanhava ônibus para ir para o meu trabalho e, foi aí que o meu coração voltou a sentir a necessidade de fazer algo impactante ! Eu percebi que se passaram quase dez anos desde a época que eu apanhava ônibus mas as pessoas continuavam tristes, estressadas, cansadas, esperando por um milagre todo santo dia. Então, numa certa noite, sentado na minha varanda olhando o céu eu fiquei pensando como poderia melhorar o dia daquelas pessoas que entravam no meu carro, o que eu poderia fazer dentro do meu próprio carro que pudesse trazer um pouco de alegria, de alento, de felicidade e foi assim que surgiu a ideia da troca de mensagens entre os passageiros e dessa forma nascia o projeto “Mensagens do Bem”.



VLPC : É você que escreve as mensagens ou os passageiros ?


VICTOR HUGO : No projeto 'Mensagens do Bem" são os passageiros que escrevem um para o outro nos cartões que eu disponibilizo para o passageiro.



VLPC: No seu carro tem cartões coloridos dentro de uma caixinha afixada nas costas dos bancos para que o passageiro possa escrever. Como surgiu essa ideia ?


VICTOR HUGO : Eu sempre gostei de artesanato e então criei as caixinhas com os cartões coloridos e isso surpreende as pessoas que entram no carro.


VLPC : E como funcionam essas caixinhas e os cartões ?


VICTOR HUGO : Para o projeto “Mensagens do Bem” eu criei duas caixinhas e fixei-as nas costas dos bancos. Uma está escrito “DOE AMOR” e nesta você encontra vários cartões com envelope para escrever. Na outra caixinha que fica nas costas do banco do “carona” está escrito “RECEBA GRATIDÃO”. Nesta o passageiro encontra um envelope com um cartão e uma mensagem escrita para ele deixada pelo passageiro anterior. Sempre que é possível eu leio as mensagens escritas pelo passageiro anterior antes do próximo passageiro entrar no carro.




VLPC: Você lembra de algum passageiro que tenha achado uma mensagem engraçada?


VICTOR HUGO: Mensagem engraçada vai da interpretação...Teve um passageiro que escreveu: “Água mole, pedra dura, tanto bate até que fura, Deus te ama!” A passageira que pegou ficou sem entender muito e ficou rindo. Lembro de um pai que falou para o filho de mais ou menos uns 3 anos: ”Filho fala algo para o pai escrever aqui para o próximo passageiro, e então o garotinho disse : Escreve EU TE AMO. Então o pai retrucou explicando para o filho que ele não poderia escrever aquelas palavras e o filho continuava a insistir que o pai deveria escrever “ eu te amo”, foi então que o pai disse ao filho que seria um recadinho para o próximo passageiro e pediu que o menino falasse uma coisa bonita e o garotinho disse para o pai escrever a palavra “quadrado”, porque ele achava a palavra quadrado bonita ! Rssrs. O pai riu e decidiu escrever : “Querido passageiro, não o conhecemos, mas saiba que meu filho e eu te amamos! Fique com Deus.”


VLPC : E qual a história que mais te marcou , Victor ?


VICTOR HUGO : Ah, são muitas ... O meu carro tem corações colados no teto e certa vez no final da corrida a passageira virou-se para mim e disse : “Queria te contar uma coisa. Eu já tentei suicídio algumas vezes e hoje eu tinha a certeza de que conseguiria, então entrei no seu carro, vi esses corações no teto e recebi essa mensagem , então, eu só quero te agradecer e dar os parabéns, pois você acabou de salvar uma vida."



Uma outra história emocionante foi quando entrou um rapaz no carro sentou e eu apresentei as caixinhas e disse sobre o presente. A mensagem que o passageiro pegou foi perfeita para o momento que ele estava vivendo e, então ele virou pra fora ficou quietinho e começou a chorar. Depois o passageiro chegou para mim e disse: “Me desculpe por está chorando é porque simplesmente eu não acreditava mais na bondade das pessoas e hoje você trouxe isso de volta. Obrigado.”




VLPC : Como você aborda o passageiro para entregar á ele a mensagem deixada pelo passageiro anterior?


VICTOR HUGO : Sempre que o passageiro entra falo para ele: Bom dia, "fulano". Dentro dessa caixinha onde está escrito “RECEBA GRATIDÃO” há um presente para você deixado pelo passageiro anterior chamado... Depois que ele ou ela pega a mensagem e lê eu digo que ele pode retribuir a mensagem escrevendo para o próximo passageiro e assim é o dia todo, um passageiro deixando mensagem para outro passageiro, recebendo carinho e alegria e deixando carinho e alegria !


VLPC : Tem passageiro que não aceita receber ou não queira deixar uma mensagem?


VICTOR HUGO: Acredito que cada passageiro é uma galáxia com seus próprios “planetas”... Às vezes, as pessoas estão tão pesadas de sentimentos que elas recebem a mensagem, mas não conseguem escrever para o próximo. Quando isso acontece sempre tenho mensagens guardadas escritas por outros passageiros e coloco na caixinha para o próximo que embarcar.


VLPC: Quem é mais adepto a escrever : mulheres ou homens ?


VICTOR HUGO : Quem mais escreve, com certeza, são as mulheres, mas eu também acredito que é porque a maior parte das corridas são feitas por mulheres. Os homens também gostam das mensagens e escrevem, e as crianças também querem escrever e quando não sabem escrever, elas desenham e o importante disso tudo é o carinho que elas passam para o próximo.



VLPC: Além das caixinhas e dos cartões coloridos você também decora o seu carro, entra no clima das festas, não é mesmo ?


VICTOR HUGO : Teve uma vez que eu decorei o meu carro para as festas juninas e a noite ligava as leds que tem dentro carro, colocava o forró quase que no último volume ia buscar os passageiros. Pra minha alegria era muito bom ver a enorme felicidade que os passageiros ficavam quando chegavam no carro, entravam e viam tudo decorado com bandeirinhas, balões de festa junina, eu dava umas lembrancinhas juninas, os passageiros agradeciam e seguiam a viagem feliz e cantando.



VLPC: No seu Instagram tem muitas fotos com passageiros. Eles pedem pra tirar foto contigo ou é você que pede?


VICTOR HUGO : As fotos com os passageiros é uma troca, às vezes eu peço e outras pedem. É uma forma legal de marcar aquele momento.






VLPC: Nos aplicativos podemos avaliar os motoristas mas não podemos solicitar qual motorista queremos....Por conta disso tem passageiro que pede seu contato pessoal pra andar sempre no teu carro ?


VICTOR HUGO : Olha se pudessem escolher o carro acho que toda hora recebia chamada, as pessoas torcem para que seja eu a aceitar a corrida e sempre me perguntam se eu faço corrida particular, pena que nesse quesito deixo a desejar, pois corrida particular precisamos cobrar mais caro e acho injusto com o passageiro tendo vários outros carros próximos onde a corrida sairia mais barata, mas quando o passageiro insiste muito eu dou o meu contato pessoal e explico que seria para uma corrida diferenciada ou seja caso o passageiro precise conversar, desabafar, ou mesmo dar uma volta sem ninguém incomodar porque muitas vezes, nós motoristas, somos quase como padres, psicólogos...as vezes a pessoa só quer desabafar ou mesmo chorar em paz.


VLPC: Você é conhecido no meio dos aplicativos como o motorista das "Mensagens do Bem" ?


VICTOR HUGO: Não sou tão conhecido assim no meio dos motoristas de APP. Na verdade, quem sabe o que eu realmente faço é a galera do grupo de aplicativo que tenho.


VLPC: No teto do seu carro há muitos corações. Também já vi bandeirinhas, pisca pisca... e até uma bruxa no capo do carro ! rs Como surgiu a ideia de colocar tudo isso no teto do carro?


VICTOR HUGO: Quando eu fazia os cartões para por no carro sempre sobrava uns retalhos do papel cartão e eu tinha pena de jogar aquilo fora, então decidi cortar tudo em forma de coração, colar no teto e seria um lugar onde os passageiros poderiam escrever algo que ficaria para os próximos que embarcasse e assim se fez, ali tem corações escrito paz, mais amor, paciência, seja luz, tudo vai passar , é um céu estrelado de coisas boas. 


Sobre o pisca pisca, coloquei como decoração de Natal, assim poderia dirigir melhor a noite e as pessoas conseguiriam ver o teto e ter uma iluminação melhor para escrever os cartões. Eu vou decorando o meu carro de acordo com a festividade, pode ser natal, festa junina, páscoa, dia das bruxas....




VLPC: No seu carro tem a frase SEJA BEM VINDO ! Essas ideias são criações suas ou da Natália, sua esposa ?


VICTOR HUGO : Foi recentemente que fiz e coloquei aquela frase SEJA BEM VINDO, como eu tirei as leds e as bandeirinhas, queria que tivesse algo a mais no carro até a próxima decoração. E todas essas criações são minhas, minha esposa me ajuda apenas na hora de colocar no carro.




VLPC: Eu vi uma foto onde você e sua esposa Natália estavam com uma T-Shirt MENSAGENS

DO BEM. Você vende essas camisas ? Tem outros produtos, tipo canetinhas, bloquinhos?


VICTOR HUGO : A ideia das camisas foi para que eu pudesse ter um uniforme para dirigir a princípio, mas já pensei várias vezes em criar uma lojinha com camisas, canecas e outras coisas do Mensagens do Bem, mas infelizmente é caro para produzir uma camisa de qualidade mesmo que em grande quantidade, assim como canecas e outros.  Quem sabe um dia! :)




VLPC: Eu vi que na Páscoa havia dois coelhinhos com bombons. Você sempre faz algo para agradar seus clientes ? Nessas ocasiões são os cartões mais os bombons ?


VICTOR HUGO: Cada mês festivo tento trazer algo novo para o carro para que as pessoas se sintam mais felizes ao entrar, para páscoa comprei os coelhinhos e adaptei com as caixinhas com bombom dentro pra cada passageiro que embarcasse um mimo a mais.




VLPC: Na época do natal você distribuiu brinquedos e seus clientes se tornaram assistentes do Papai Noel. Me conta como foi isso. Quem comprou os brinquedos ? Quem ganhava os brinquedos ?


VICTOR HUGO : Uma semana antes do Natal parei numa loja, comprei vários brinquedos de meninas e meninos, embrulhei de uma cor que pudesse identificar melhor e fiz os passageiros assistentes de Papai Noel. Funcionava assim: Eu ia buscar o passageiro e assim que entrava no carro eu informava sobre os presentes, e toda vez que passávamos por uma criança eu encostava o carro pedia autorização a quem estivesse com ela, e então o passageiro saía do carro entregava o presente, voltava para o carro e continuávamos a corrida e se a 4, 5 ou 10 metros a frente tivesse outra criança e o passageiro não se importasse a gente parava o carro de novo. Era maravilhoso ver a reação das crianças e quem estava com elas, mas era sensacional também ver a reação e emoção dos passageiros a fazer isso. A oportunidade de presentear alguém, de fazer uma pessoa feliz mé gratificante. Não há presente maior que o bem que você faz ao outro.



VLPC: Você conseguiria dizer qual foi a maior alegria que você já teve por conta das "Mensagens do Bem" até hoje ?


VICTOR HUGO: Sinto uma grande alegria pelo meu projeto ter ganho espaço nos jornais, nas Tvs e nas mídias sociais, esse reconhecimento é muito legal, porém minha maior alegria é receber o carinho dos passageiros, receber mensagens que me inspiram a continuar com o projeto e chegar toda noite em casa sabendo que as "Mensagens do Bem" conseguiram tornar melhor o dia de alguém.



VLPC: Você tem ideia de quantos cartões já foram trocados até agora?


VICTOR HUGO: De 2020, quando comecei a trabalhar até hoje já foram trocados mais de três mil cartões das "Mensagens do Bem".



VLPC: Você já deu várias entrevistas por conta das Mensagens do Bem. Você esperava essa repercussão?


VICTOR HUGO: Sinceramente não esperava que chegaria a esse ponto, ainda mais rápido do jeito que foi.


VLPC : Você tem vontade de deixar de ser motorista de aplicativo e ter seu próprio táxi ?


VICTOR HUGO: Para começar não tenho vontade de ter meu próprio táxi, às vezes sinto vontade de voltar a trabalhar de carteira assinada, mas continuaria dirigindo nas horas vagas para continuar o projeto. Se eu tivesse meu carro quitado e pudesse ter outro mais novo para trabalhar ficaria aqui como motorista direto. Assim conseguiria ter mais uma renda de um carro alugado e continuaria trabalhando, fora que seriam dois carros com o projeto pelas ruas.:)


VLPC: Quais são seus planos para o futuro?


VICTOR HUGO: Meus planos futuros é fazer com que meus próximos projetos para o carro se concretizem e que as pessoas gostem. Que futuramente possamos ser mais de um carro e sim vários, há tanta pessoa por aí precisando de uma mensagem, de um abraço em palavras , de alguém que diga para ele mesmo sem se conhecer: Respire, acredite, você está fazendo o seu melhor e tudo dará certo. 


VLPC: Victor, vem alguma novidade por aí ? Alguma "surpresa" que você possa contar em primeira mão para o VIAJANDO ? Alguma decoração no carro, presentes.....algo novo?


VICTOR HUGO: Há um novo projeto sim.... tô em fase de construção desse projeto que vai se chamar Roleta Maluca e será uma roleta com cinco cores. Ao entrar no carro vou convidar o passageiro para brincar e se ele aceitar, então, ele gira a roleta e dependendo da cor que cair, ele poderá ganhar um brinde, pagar um "mico" ou ter que cantar no Karaokê. Preciso só comprar um karaokê, brindes e fantasias que serão parte do "mico". Rsrs Vai demorar um pouco, pois ainda necessito de verba, porque sou eu que compro tudo e nada é barato !  :) A minha ideia é que a Roleta Maluca fará parte da decoração para festa da Primavera e terá continuação no mês das crianças, onde virão mais ideias.


VLPC: Pra finalizar , qual é a mensagem que você deixa para os nossos leitores ?


VICTOR HUGO: Eu deixo uma mensagem reflexiva !  Vocês lembram quando foi a última vez que pararam só para apreciar as estrelas? Quando acordaram e saíram pra trabalhar e por um momento olharam para o céu e simplesmente agradeceram por mais um dia? Quando sentiu aquela leve brisa e o cheirinho do fim da tarde? Quando dançaram e cantaram sozinhos, e como percebeu o quando foi feliz naquele momento? Você tem tudo o que precisa dentro de si, você é tão ricamente cheio de amor, felicidade, bondade e gratidão. Abaixo há chão, acima um céu cheio de estrelas, mas ao nosso redor há um mundo que precisamos cuidar e mostrar que a bondade ainda existe, que só precisamos praticar mais o bem consigo e com o próximo. Amo todos vocês!


Meu instagram : @vh-mensagensdobem




2 Comments


sbsbarra
Mar 03

Nossa! Que cara incrível. Quem dera se todos os motoristas de aplicativos fossem assim. Já peguei cada cara mal educado e mal humorado rsrs parabéns a ele e a sua esposa pela iniciativa, continuem assim, espalhando o bem. Suely Barra

Like

carla maria Nascimento
carla maria Nascimento
Mar 03

Tomara que eu tenha sorte de andar de Uber com Victor um dia, corrida ficará mais leve e diferente, adorei a idéia dele, muito Legal.

Like
bottom of page