top of page
  • Foto do escritorCláudia Rolim

Congresso, on-line e gratuito, reúne estudiosos das Humanidades Digitais

Atualizado: 11 de out. de 2022


A segunda edição do Congresso Internacional em Humanidades Digitais (HDRio20/21). -- o primeiro foi o HDRio2018 – será realizado dos dias 12 a 16 de abril de 2021. O evento, que une Brasil e Portugal, é uma iniciativa do Laboratório de Preservação e Gestão de Acervos Digitais (Labogad) do Centro de Ciências Humanas e Sociais da UNIRIO e conta com a coorganização do Instituto Urca e da Associação Brasileira de Humanidades Digitais. O apoio e a parceria são da Casa Oswaldo Cruz, FGV, Casa Rui Barbosa, IED Rio, UFRJ, Laboratório de Humanidades Digitais da Universidade Nova de Lisboa, Universidade de Concordia e PopLab, entre outras.


Com transmissão pelo YouTube (pública e aberta), o HDRio20/21, vai reunir mais de 200 trabalhos em 12 Eixos temáticos, apresentados em conferências, palestras, mesas-redondas, workshops e oficinas. Os eventos paralelos, que acontecem das 8h às 20h e servirão como estímulo à reflexão sobre algumas questões que envolvem as Humanidades Digitais. São eles, o Encontro Sul-Sul das Associações de Humanidades Digitais, Encontros Água!nabara: Território Urca, Lançamento da Associação Brasileira das Humanidades Digitais (ABHD), Lançamento e Relançamento de livros e a performance Crescer para Passarinho - Uma experiência de cuidado online poético. Essas serão oportunidades ímpares para o diálogo e a colaboração.


Até o momento são quase 2000 inscritos para participar em mais de 200 apresentações que vão abordar as muitas “Encruzilhadas Contemporâneas” provocadas pelas tecnologias digitais nas questões humanas e sociais, incluindo as da pandemia da COVID 19. O congresso será aberto pela pesquisadora Lucia Santaella.

As Humanidades Digitais, enquanto expressão agregadora de práticas, teorias e métodos que se desenvolvem desde a segunda metade do século XX, são consideradas, pelos muitos laboratórios e centros de pesquisa surgidos desde 2010 no mundo acadêmico, como uma “transdisciplina”, que incorpora os métodos, os dispositivos e as perspectivas heurísticas das ciências humanas e sociais, ao mesmo tempo em que mobiliza algoritmos, plataformas e abordagens singulares abertas pela tecnologia digital.


Nesse movimento de descoberta dos caminhos possíveis, destacam-se no congresso alguns questionamentos, entre eles, o “Como lidar com o humanismo e o pós-humanismo?”, “O que é real e o que é virtual?”, “Qual o limite entre a verdade e as fake-news?” e “As diferenças entre o analógico e o digital”.


Os interessados podem se inscrever gratuitamente pelo site https://www.even3.com.br/hdrio2020 até o dia 11 de abril e, de acordo com a assiduidade, terão direito a certificado de participação.


Eventos que acontecem em paralelo


Os Encontros Água!nabara: Território Urca, organizados pelo Instituto Urca, com o apoio do HDRio20/21 e Labogad-UNIRIO, são conversas online abertas ao público com convidados especiais que situam o Congresso no bairro da Urca e por extensão na Baía de Guanabara e no território fluminense, no que diz respeito aos âmbitos culturais, sociais e ambientais.

Uma das palestrantes é a ALEXANDRA JOY FORMAN

Formada em Literatura pela Brown University e com Mestrado em Fotografia pela Yale School of Art (EUA), Alexandra Joy é autora, em língua inglesa, de "Tall, Slim & Erect: Portraits of the Presidents” (Les Figues Press, 2012). Também é tradutora de ficção e poesia brasileira. Para entender melhor os espaços entre e em torno das letras, verteu o livro "Fluxo Floema" de Hilda Hilst para Editora A bolha / Nightboat Books (2018) e "Saga of Brutes" de Ana Paula Maia para Dalkey Archive Press (2017). Lecionou na Universidade de Yale, no Massachusetts College of Art, no College of the Holy Cross e também no Rhode Island College, onde começou a desenvolver uma metodologia que hoje aplica nos projetos do Instituto Urca. Trata-se de organização de sociedade civil de interesse público, que fundou em 2017 com o objetivo de estimular a mobilização social a partir das histórias de vida, acervos pessoais e memórias ativas locais. Com esse intuito, promove ações que visam a garantia de direitos, a sustentabilidade local e a conservação ambiental. É mãe da Lara. Mora e atua como ativista socioambiental na Urca, Rio de Janeiro.

As conversas acontecem todos os dias, no horário do almoço, sempre das 12h às 13h30. SAIBA MAIS: aguanabara.org


O Encontro Sul-Sul das Associações de Humanidades Digitais é um movimento solidário até então inédito, que tem o objetivo de reunir pesquisadores e associações que abordam as humanidades digitais na perspectiva do Sul Global (contrário à perspectiva anglo-saxônica e colonial do Norte Global). Espera-se representantes de países da América do Sul, África e Oceania, programado para início às 9h, do dia 16 de abril.


Lançamento da Associação Brasileira das Humanidades Digitais (ABHD):Associação, que automaticamente abrigará todos os autores inscritos e com trabalhos aprovados no Congresso. A ABHD será a editora da Revista Brasileira de Humanidades Digitais, que reunirá alguns dos melhores artigos apresentados durante o evento, programado para início às 10h:30, do dia 16 de abril.


Lançamento e Relançamento de livros: sessões online para lançamento e relançamento de livros sobre Humanidades Digitais e seus temas transversais tratados nos eixos do evento. As seções, que terão o formato de mesas virtuais de lançamento com os autores e debatedores convidados, estão programadas para o período de 12 a 15 de abril, no horário das 18h às 20h, em salas da plataforma StreamYard e serão transmitidas pelo canal do Congresso no Youtube.


Performance Crescer para Passarinho: Uma experiência de cuidado online poético, é uma web espetáculo do grupo Performers sem Fronteiras (UNIRIO), dedicado especialmente aos profissionais da saúde, que investiga as linguagens das plataformas virtuais como cena expandida para performances relacionais. Está prevista para o horário das 18h às 20h, do dia 14 de abril, na plataforma Zoom. Para participar é necessário se inscrever pelo e-mail experienciapsf@gmail.com até às 17h do dia 14 de abril.

O coletivo de artistas dos “Performers sem Fronteiras” (UNIRIO) já existe há 10 anos. No entanto, com a pandemia, a sua diretora, a Profa. Dra. Tania Alice decidiu criar um espetáculo que propusesse cuidados poéticos para grupos diversificados, e antes de tudo, para os que lutam na linha de frente de combate a covid, os profissionais de saúde. Aliás, seus componentes integram o trabalho de pesquisa em artes do grupo “Práticas Performativas Contemporâneas” (UNIRIO/CNPq), coordenado pela própria Tania e o Prof. Dr. Gilson Motta (UFRJ).


Logo o coletivo, que possui no total 18 membros, tomou outro rumo nessa empreitada, estendendo a ação para todos aqueles que queiram encontrar na arte o conforto emocional prioritário nesse momento de incertezas. Até o presente momento já foram realizadas 83 apresentações, sendo que 50 delas destinadas à arrecadação de fundos para a campanha da APTR (Associação de Produtores Teatrais do Rio de Janeiro), a serem revertidas na compra de cestas básicas para os artistas.


As performances acontecem sempre pela plataforma Zoom, onde cada artista da sua casa compartilha um recurso poético, propondo pequenas performances de cura, usando a linguagem do teatro de sombras, elementos da yoga, do riso e do movimento livre, entre outros. Com isso, se estabelece um vínculo entre o performer e a pessoa que está do outro lado da tela do computador.


Durante o congresso da próxima semana que discute, entre outros temas, o impacto do digital e, principalmente, da pandemia do Covid-19, nas relações humanas, os artistas prometem um momento de cuidado, poesia e solidariedade. Para participar, é necessário se inscrever pelo e-mail experienciapsf@gmail.com até às 17h do dia 14 de abril, pois, às 18h desse mesmo dia, acontece a apresentação. Mas, vejam bem, são somente 12 vagas.


Para conhecer melhor o trabalho dos Performers sem Fronteiras, basta acessar www.performerssemfronteiras.com ou segui-los nas redes sociais do coletivo, o @performerssemfronteiras.

Informações para a imprensa:


Verônica Oliveira – +55 (21) 99376-9786

Luiza Xavier – +55 (21) 98072-6256

Texto & Café Comunicação e Editora


10 visualizações

Comments


bottom of page