top of page
  • Foto do escritorCláudia Rolim

"AOS SÁBADOS" aborda o amor e as relações familiares

Você conhece alguém que tem o Alzheimer ? Alguém próximo a você tem o Alzheimer ? Esse mal devastador tem acometido muitas famílias, inclusive a minha, e saber que não estamos sozinhos a passar por essa dificuldade nos dá um 'certo conforto'. O espetáculo "Aos Sábados" traz para o palco do Teatro Fashion Mall as alegrias e dificuldades de lidar com um ente querido que tem o Alzheimer.


Crédito : Raphael Boccanera


A nova temporada da peça ‘Aos Sábados’, de Adyr de Paula, um dos textos vencedores do I Concurso de Dramaturgia Flávio Migliaccio em 2020, está em cartaz até o dia 28 de abril, sempre aos sábados e domingos às 19h, na sala 1 do Teatro Fashion Mall, em São Conrado.


Crédito : Raphael Boccanera


A peça conta a história de Jandira e suas duas filhas, Regina e Malu, ao longo de três décadas. Dividida em três atos, o espetáculo mostra o amor entre as personagens que vivem alegrias e dores, e os altos e baixos da relação familiar. Os encontros divertidos que elas têm todos os sábados passam a ter novos tons quando o Alzheimer acomete Jandira. Mas com ternura, esperança e improvável otimismo, essas mulheres juntas enfrentam a doença de maneira surpreendente.


Crédito : Raphael Boccanera


“Escrever a peça ‘Aos Sábados’ me deu oportunidade de ressignificar uma dor que eu senti por mais de 15 anos, vendo a minha mãe, uma pessoa tão importante para a minha vida, tão capaz, tão incrível, perdendo a sua capacidade cognitiva e consequentemente motora, de uma forma tão dolorosa e tão impactante. Eu aproveitei esse processo no qual eu mergulhei para dentro de mim mesmo e revisitei o passado para ‘brincar de Deus’, o que todo escritor adora fazer e também mudar algumas coisas que aconteceram na realidade. A peça é muito isso, uma combinação da realidade com a ficção”, contou Adyr de Paula.



O autor explicou que “o meu maior desafio foi escrever um texto cujo tema principal é o Alzheimer. O objetivo era contar a história da minha mãe de maneira alegre e otimista para que as pessoas entendessem que somente com muito amor é possível suportar as agruras de uma doença tão devastadora. Eu considero que a peça foi uma terapia para mim”.


Com direção de Danilo Salomão, ‘Aos Sábados’ tem no elenco as atrizes Nedira Campos, Nina da Costa Reis e Isabel Castello Branco, e participação de Sophia Fried e Pedro Baião.


Adyr de Paula, Danilo Salomão, Maria Ines Vale (Produtora) e as atrizes Nina da Costa Reis,

Isabel Castello Branco, Nedira Campos e Ivan Pinto (Assistente de Direção)


A nova temporada, que tem realização através da Lei Federal de Incentivo à Cultura/Lei Rouanet - n° 8.313, terá sessão inclusiva. No dia 28 de abril, a apresentação terá tradução da narrativa em Libras e também audiodescrição.



Sobre o AUTOR

Adyr de Paula sempre foi um amante do teatro, local que considera um espaço democrático, mágico, onde tudo, absolutamente tudo pode acontecer. Para ele, o teatro é a arte da generosidade e do olhar crítico e amoroso sobre nós mesmos e sobre o próximo, seja no drama ou na comédia. Ele acredita que o teatro tem o incrível poder de transformar as pessoas. ‘Aos Sábados’, sua primeira obra como autor, foi escrita aos 54 anos. O texto foi um dos vencedores do I Concurso Nacional de Dramaturgia Flávio Migliaccio em 2020.



SERVIÇO:

Espetáculo : Aos sábados

Local: Teatro Fashion Mall, sala 1 (Estrada da Gávea, 899 – São Conrado, Rio de Janeiro)

Temporada: De 6 a 28 de abril

Horário: Sábados e domingos às 19h

Sessões inclusivas: Dias 7 e 28 de abril com tradução da narrativa em Libras e dia 28 também com audiodescrição

Ingresso: R$ 90 inteira / R$ 45 meia-entrada

Ingresso a preço popular: R$ 25,00

Classificação: 12 anos

Duração: 1h35min

Lotação: 435


FICHA TÉCNICA:

Texto e Idealização: Adyr de Paula

Direção: Danilo Salomão

Elenco: Nedira Campos, Nina da Costa Reis e Isabel Castello Branco

Participação: Sophia Fried e Pedro Baião

Assistente de Direção: Ivan Pinto

Iluminação: Rogério Wiltgen e Wagner Azevedo

Direção Musical: Marcelo Alonso Neves

Figurino: Fernando Vieira

Cenografia: André Sanches

Voz em off: Robson Castro

Comercialização: Frankfurt Produções

Direção de Produção: Maria Ines Vale Produções

Realização: Adyr de Paula

Assessoria de Imprensa: Mvigoassessoria



Opmerkingen


bottom of page